Notícias

Tel.:(11) 3897-6100

pt
en
es

COUROMODA 2024

Todos os serviços para sua participação na Couromoda.

VIAGEM E HOSPEDAGEM

Oportunidade de atualização com os principais temas do mercado.

CREDENCIAMENTO EMPRESARIAL

Garanta sua credencial para a mais importante feira de calçados da América Latina.

SÃO PAULO PRÊT-À-PORTER

Feira Internacional de Negócios para Indústria de Moda, Confecções e Acessórios.

Notícias da Couromoda

Calçado no Mundo

Notícias do Setor

Colunista

Lançamentos e Moda

Mídia

Facebook
Twitter
Pinterest
[wpavefrsz-resizer]

Ano de 2015 deve ser promissor para as exportações, apesar do janeiro ruim

O desempenho da receita gerada pelas exportações de calçados em janeiro de 2015 ainda está contaminado pelo cenário ruim para os embarques externos do ano passado. Sendo assim, o primeiro mês de 2015 registrou US$ 72,27 milhões em pares de calçados exportados para o exterior. Uma queda de 22,2% em relação ao mesmo mês do ano anterior, que alcançou US$ 92,95 milhões. Foram quase 11 milhões de pares (10,95 milhões) embarcados no período. Embora o ano inicie com um número negativo, o mês de janeiro tradicionalmente representa uma época de negócios menos promissores.

Para o presidente-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, infelizmente os dados negativos confirmam as previsões da temporada passada. “Os números de janeiro ainda pertencem ao ano que passou, pois somente por volta de abril ou maio serão feitos os primeiros embarques ao exterior, resultado das negociações em feiras como a GDS, na Alemanha, e Micam, na Itália”, diz. Por isso, Klein esclarece que as expectativas para 2015 mantêm-se positivas, tendo em vista o patamar mais elevado do dólar e a recuperação econômica de mercados importantes, como Estados Unidos e países da União Europeia. “Temos uma expectativa positiva para 2015 em relação às exportações, que devem crescer”, salienta.

Estados exportadores
Tradicionalmente o maior exportador de calçados, o Rio Grande do Sul manteve sua posição, com 1,13 milhão de pares, equivalentes a US$ 25,64 milhões (-27,2% em relação ao mesmo mês de 2014).

O Ceará embarcou 4,97 milhões de pares, gerando US$ 25,26 milhões (-23,1%). A Paraíba é o destaque, com resultado positivo, em terceiro lugar. O Estado enviou 3,02 milhões de pares, o equivalente a US$ 8 milhões (alta de 54%).

Destinos
Os Estados Unidos seguem como o principal destino dos calçados tupiniquins, comprando, em janeiro, 1,20 milhão de pares, o equivalente a US$ 12,09 milhões (-18,7% sobre o mesmo período do ano anterior). O segundo colocado, a França, comprou 1,96 milhão de pares, correspondentes a US$ 7,68 milhões (-6,5%). Já a Rússia, em terceiro lugar, desembolsou US$ 4,19 milhões para levar 158,55 mil pares de calçados brasileiros (-47,3%).

Importações
A boa notícia é que as importações também mantiveram o ritmo de queda já observado em dezembro. Em janeiro, os produtos que entraram no País registraram queda de 9,6% em relação ao mesmo mês do ano passado. As principais origens dos produtos importados foram Vietnã (US$ 31,89 milhões, queda de 22,6% ante janeiro de 2014), Indonésia (US$ 14,08 milhões, alta de 9,3%) e China (US$ 10,49 milhões, alta de 22,7%).  

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOVIDADES