Notícias

Tel.:(11) 3897-6100

pt
en
es

COUROMODA 2024

Todos os serviços para sua participação na Couromoda.

VIAGEM E HOSPEDAGEM

Oportunidade de atualização com os principais temas do mercado.

CREDENCIAMENTO EMPRESARIAL

Garanta sua credencial para a mais importante feira de calçados da América Latina.

SÃO PAULO PRÊT-À-PORTER

Feira Internacional de Negócios para Indústria de Moda, Confecções e Acessórios.

Notícias da Couromoda

Calçado no Mundo

Notícias do Setor

Colunista

Lançamentos e Moda

Mídia

Facebook
Twitter
Pinterest
[wpavefrsz-resizer]

Calçado teve vendas positivas no Natal, especialmente em lojas de shoppings

O Natal foi bastante positivo para os lojistas de calçados que operam em shopping centers. De acordo com dados da Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop), o calçado foi o segmento que registrou o segundo maior crescimento de vendas, 9,5%, entre os dias 18 e 24, atrás apenas de perfumaria e cosméticos, com 10%.

Estudo da Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados (Ablac) também revela números positivos, mas inferior aos esperados. “O resultado médio foi um crescimento entre 1,5 e 2%, abaixo do que esperávamos para o período, que é o mais favorável do ano para o nosso setor”, afirma o presidente Antoniel Marrachine Lordelo. “Ainda assim, o setor teve uma performance positiva, o que deve ser comemorado”, complementa o dirigente. É importante ressaltar que neste índice já está descontada a inflação.

De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP), as 125 empresas consultadas indicaram estabilidade nas vendas entre os dias 23 e 26 de dezembro. A sondagem mostra que o setor de duráveis teve crescimento médio de 0,1% nas vendas e o de semiduráveis – que inclui calçados – cresceu 1,4%.

No Rio de Janeiro, as vendas do comércio varejista subiram 1,6% entre os dias 19 e 25 de dezembro, na comparação com o mesmo período de 2013, segundo o índice ICVA da empresa de meios de pagamento eletrônico Cielo. O valor médio de cada compra foi de R$ 102 reais. O indicador registra mensalmente o desempenho de vendas em um grupo de 24 setores mapeados pela Cielo com base nas informações de mais de 1,5 milhão de pontos de venda ativos no Brasil.

E-commerce cresceu 37%

As compras do comércio eletrônico no período de Natal renderam R$ 5,9 bilhões, o que corresponde a um crescimento de 37% em relação ao verificado no mesmo período do ano passado, de acordo com a E-bit, empresa especializada em informações sobre o setor, que apurou os dados referentes a pedidos realizados de 15 de novembro a 24 de dezembro de 2014, incluindo, portanto, o período promocional relacionado à Black Friday.

Conforme a empresa, o resultado superou a expectativa inicial, que previa R$ 5,2 bilhões em vendas para a data. No total, foram feitos 15,2 milhões de encomendas, com um tíquete médio de R$ 388,00. As categorias com maior quantidade de pedidos foram Moda e Acessórios (na qual se incluem os calçados), Cosméticos, Perfumaria e Saúde, Eletrodomésticos, Telefonia e Celulares e Informática.

A E-bit considerou que o grande incentivador do aumento de vendas foi a Black Friday, no dia 28 de novembro, que representou 20% de todo este faturamento. A entrada de novos consumidores também foi apontada como fator que continua colaborando para o crescimento do comércio eletrônico no País. Segundo a empresa, no Natal deste ano, estes novos consumidores representaram 1,5 milhão de pessoas.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOVIDADES