Notícias

Tel.:(11) 3897-6100

pt
en
es

COUROMODA 2024

Todos os serviços para sua participação na Couromoda.

VIAGEM E HOSPEDAGEM

Oportunidade de atualização com os principais temas do mercado.

CREDENCIAMENTO EMPRESARIAL

Garanta sua credencial para a mais importante feira de calçados da América Latina.

SÃO PAULO PRÊT-À-PORTER

Feira Internacional de Negócios para Indústria de Moda, Confecções e Acessórios.

Notícias da Couromoda

Calçado no Mundo

Notícias do Setor

Colunista

Lançamentos e Moda

Mídia

Facebook
Twitter
Pinterest
[wpavefrsz-resizer]

Congresso Mundial do Calçado: o mundo do calçado em debate

A segunda edição “off Europe” do Congresso Mundial do Calçado (World Footwear Congress), que aconteceu em  Leon, México, promovido pela CEC (Confederação Europeia da Indústria do Calçado) e organizado por um Comitê Mexicano que compreendia CICEG (Câmara da Indústria de Calçados do Estado de Guanajuato), ANPIC (Associação Nacional de Fornecedores da Indústria Calçadista) e CICUR (Câmara da Indústria de Couro do Estado de Guanajuato), presidido por Miguel A. Plasencia Rojas, debateu o mercado mundial do calçado.

Depois do sucesso da edição do Rio de Janeiro em 2011, organizada pela Couromoda juntamente com a CEC, a edição de 2014 repetiu indubitavelmente o mesmo sucesso, reunindo, nos dias 24 e 25 de novembro, os líderes do calçado provenientes de todo o mundo. Quase 700 representantes e 51 relatores de 32 nacionalidades discutiram o tema “Estar um passo adiante: enfrentar os desafios do setor calçadista” no Poliforum de Leon, abordando todas as temáticas: do consumidor global e suas diversas expectativas referentes ao acesso aos mercados, à evolução da distribuição e da área de feiras de setor, às problemáticas relativas à fabricação, como acesso à matéria prima, novas tecnologias, materiais e processos para o calçado do futuro, normativas e padrões, comércio ético e a responsabilidade social no mundo calçadista.  “O WFC demonstrou a dimensão global do setor, além da interdependência dos mercados de produção e consumo, um modelo que não poderá progredir se não continuarmos trabalhando em conjunto, embora os nossos interesses sejam, às vezes, diferentes ou mesmo conflitantes”, disse Jean Pierre Renaudin, presidente da CEC.

Mudanças
“Mudança” foi a palavra chave do WFC: no rotineiramente alterado panorama político e econômico global, mudam os equilíbrios mundiais no campo comercial e produtivo do calçado, evidenciando por um lado a consolidação das economias emergentes, por outro o surgimento de novos players e a tendência à relocação nos mercados para o consumo. Mudam também os gostos e as exigências dos consumidores, impondo uma radical reflexão relativa ao produto e ao modo de distribui-lo.

A urbanização, o crescimento demográfico e as novas tecnologias digitais (social media) são fatores-chaves desta tendência, que obrigam a repensar as estratégias de venda e de comunicação das marcas; e a maior conscientização das questões ambientais e sociais impelem as empresas a repensar processos produtivos e relações com a força de trabalho. Diante do enorme crescimento dos fluxos comerciais internacionais, as mudanças no campo da abertura dos mercados são decididamente mais lentas: o Congresso focalizou a criticidade, mas ao mesmo tempo abriu indícios de otimismo, considerando as importantes negociações internacionais iniciadas no mundo, tanto no âmbito de organizações mundiais como WTO e UE, como na esfera nacional dentro de plataformas como TPP e TTIP.

Dois dias de trabalho intenso nos quais os representantes puderam comparar experiências, discutir pontos de vista e trocar opiniões, focalizando as tecnologias de ponta do setor calçadista mundial e imaginando como este cenário irá mudar no futuro.

Leia também:
Bread & Butter cancela a edição de janeiro
Foot Locker: positivos os resultados do terceiro trimestre
Fratelli Rossetti aposta nos mercados da Ásia, Rússia e Estados Unidos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOVIDADES