Notícias

Tel.:(11) 3897-6100

pt
en
es

COUROMODA 2024

Todos os serviços para sua participação na Couromoda.

VIAGEM E HOSPEDAGEM

Oportunidade de atualização com os principais temas do mercado.

CREDENCIAMENTO EMPRESARIAL

Garanta sua credencial para a mais importante feira de calçados da América Latina.

SÃO PAULO PRÊT-À-PORTER

Feira Internacional de Negócios para Indústria de Moda, Confecções e Acessórios.

Notícias da Couromoda

Calçado no Mundo

Notícias do Setor

Colunista

Lançamentos e Moda

Mídia

Facebook
Twitter
Pinterest
[wpavefrsz-resizer]

Couromoda abordou o futuro das feiras no Congresso Mundial do Calçado

Airton Manoel Dias participou de mesa redonda sobre o tema, no evento realizado entre os dias 24 e 25, em León, no México

A Couromoda, mais uma vez, teve participação de destaque no Congresso Mundial do Calçado. Na quinta edição do evento, realizado nos dias 24 e 25 de novembro, em León, no México, a feira esteve representada por Airton Manoel Dias, diretor do Fórum Couromoda. Ele participou da Mesa Redonda “Tendências e Evolução das Feiras do Setor. Qual será o Futuro?”, ao lado de representantes das principais feiras setoriais do mundo.

Airton iniciou sua participação repassando a mensagem de que o presidente da Couromoda, Francisco Santos, estava penalizado por não ter podido comparecer pessoalmente ao congresso, evento que ele tanto valoriza e para o qual sempre colaborou. Sobre o tema feiras, Airton foi taxativo: “O relacionamento pessoal,  o ‘dar-se as mãos’, são essenciais.E nesse aspecto, as feiras são insubstituíveis.” O diretor do Fórum Couromoda lembrou, ainda, que a tecnologia da informação de fato tem mudado hábitos de consumo e relacionamentos em todos os setores. “Mas ela não substitui o contato pessoal”, ponderou. O dirigente lembrou aos presentes que a Couromoda 2015 está cheia de novidades. “A pedido dos lojistas, a feira terá início em um domiingo, pela primeira vez em 42 anos. Além disso, a Couromoda está de casa nova, o Expo Center Norte, o mais moderno centro de eventos da América Latina e que vai garantir o ambiente propício para bons negócios.”

Estratégias inovadoras
Na parte do programa reservado às perguntas, Airton foi questionado sobre estratégias utilizadas para garantir o sucesso da feira. Ele citou como exemplo o projeto, pioneiro, que a Couromoda desenvolve há três anos para levar lojistas de pequeno  porte à feira. “São caravanas com lojistas, muitos dos quais comparecem a uma feira pela primeira vez, e que, ao conhecer as oportunidades de negócios que ela representa, abrem novos horizontes de mercado e mudam sua postura e até alteram sua forma de dirigir as empresas’”, detalhou.

Airton destacou também a interação da Couromoda com o mercado ao longo de todo o ano, envolvendo-se com expositores e lojistas, visando melhores resultados. Entre as ações estão um forte conteúdo de negócios, disponibilizado ao setor através do couromoda.com e pela realização de seminários e congressos.  Airton finalizou sua participação na mesa redonda ressaltando que, cada vez mais, vendemos moda, e não mais “apenas” sapatos, aliás como já havia sido dito por empresa que se apresentou antes, informando que lança nove coleções por ano. “A moda foi e continua sendo a grande propulsora do crescimento e, neste contexto, as feiras têm sido fundamentais, colaborando de forma decisiva para o desenvolvimento dos relacionamentos comerciais que norteiam os negócios nos dias atuais”, concluiu.

Feiras estrangeiras
O presidente da theMICAM (Itália), Cleto Sagripanti, antes mesmo do início do debate, pediu a palavra e fez uma homenagem a Francisco Santos, dizendo que respeita muito o seu trabalho, cujas características são semelhantes às praticadas pela feira italiana.  Por tudo isso, ele pediu uma salva da palmas em homenagem a Francisco Santos, no que foi prontamente atendido.

Sagripanti enfatizou os números da mostra italiana, que conta com 1,5 mil expositores, recebe 40 mil visitas e tem 130 países representados. “A proliferação de feiras mostra que o contato físico é essencial aos negócios, porém as mostras devem evoluir em termos de tecnologias e, principalmente, serviços”, completou. “Antes, a pessoa ficava quatro dias na feira. Hoje fica, em média, um dia ou dois. Portanto, temos que ajudar o expositor a fazer negócios e nisso somos especialistas”, arrematou.
Giovanni Laezza, diretor geral da Riva del Garda Fiericongressi (Itália), que organiza a Expo Riva Schuh; Kirstin Deutelmoser, diretora da GDS e Tag it! (Alemanha);  Fernando Márquez, vice-presidente da Sapica (México); e Abdala Jamil Abdala, presidente da Francal, completaram o seleto grupo de debatedores.

Francisco Santos
No encerramento do 5º Congresso Mundial do Calçado, dia 25, o presidente da Confederação Europeía do Calçado (CEC), entidade realizadora do evento, Jean Pierre Renaudin, citou o presidente da Couromoda, Francisco Santos, como um dos empresários que mais contribuíram para a evolução do evento. “Francisco Santos, Vito Artioli e Rafael Calvo deram uma nova e melhor dimensão ao congresso. Por isso, nosso agradecimento”, enfatizou.
 

Números do WFC
O Congresso Mundial do Calçado é uma realização da CEC, em conjunto com a Câmara da Indústria do Calçado do Estado de Guanajuato (CICEG) e com a Associação Nacional dos Fornecedores para a Indústria de Calçados (Anpic),  e tem a Couromoda como uma das patrociandoras platinum. O encontrou contou com mais de 670 participantes ligados ao segmento calçadista em nível mundial, 51 painelistas e palestrantes e 32 países representados.

Leia também:
O futuro do calçado em debate no México

 

 

 

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOVIDADES