Notícias

Tel.:(11) 3897-6100

pt
en
es

COUROMODA 2024

Todos os serviços para sua participação na Couromoda.

VIAGEM E HOSPEDAGEM

Oportunidade de atualização com os principais temas do mercado.

CREDENCIAMENTO EMPRESARIAL

Garanta sua credencial para a mais importante feira de calçados da América Latina.

SÃO PAULO PRÊT-À-PORTER

Feira Internacional de Negócios para Indústria de Moda, Confecções e Acessórios.

Notícias da Couromoda

Calçado no Mundo

Notícias do Setor

Colunista

Lançamentos e Moda

Mídia

Facebook
Twitter
Pinterest
[wpavefrsz-resizer]

É preciso ser eficiente até mesmo ao cobrar

RAÚL CANDELORO
Escritor, palestrante e consultor


O mercado vive um momento de retração e é grande a preocupação dos lojistas com a capacidade de crescimento e investimento nos próximos meses. Com essa perspectiva no horizonte, é fundamental que o empresário entenda ao máximo a frase: “A venda termina no recebimento”.

Como uma loja pode sobreviver se ela não recebe? Este pode ser considerado um dos grandes pontos fracos nas empresas, principalmente as pequenas e médias, pois quem não recebe não tem fluxo de caixa e contamina todos os outros setores da corporação. 

Para empresas que já possuem uma estrutura completa, o problema não é tão grande se não possuir as finanças em dias, como é o caso da grande maioria. O que fará a diferença entre crescer e fechar as portas é a capacidade de cobrar adequadamente.

Assim, por mais que possa parecer simples cobrar, isso não é a realidade, sendo necessária eficácia. Com práticas mais avançadas e um mercado cada vez maior, as renegociações das dívidas assumem novas metodologias que modernizaram o campo de crédito e cobrança, trazendo melhorias ao consumidor. Para o instrutor do curso de analista de crédito e cobrança da Innovia Training & Consulting, Diogenes Barbosa, chegou o momento dos empresários se mostrarem mais maleáveis.

“Todas as formas de conciliação são positivas para o mercado de renegociação, pois contribui para o crescimento desse mercado e a profissionalização do mesmo, faz com que as empresas inseridas nesse mercado acabem inserindo novas tecnologias e mecanismos a fim de melhorar a performance nos índices de recuperação. Esse crescimento traz novos investimentos na criação de novas ferramentas, capacitação para os profissionais da área, melhoria na qualidade do serviço das empresas de recuperação, novos entrantes, novas tecnologias e principalmente a melhoria no consumo o que é o principal mecanismo de nossa economia.”

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOVIDADES