Home > Notícias
11/05/2018

Pela primeira vez, a Arábia Saudita tem sua Semana de Moda, mas...

A primeira edição da Semana da Moda da Arábia Saudita aconteceu sem homens. O evento, realizado em Riade, entre 11 e 15 de Abril, depois de vários adiamentos devido a problemas organizacionais, foi palco de 16 espetáculos, com coleções de marcas sauditas e internacionais, incluindo os de Jean-Paul Gaultier e Roberto Cavalli.

Embora o evento tenha sido um passo importante e um sinal de abertura, várias medidas restritivas foram adotadas pelo Arab Fashion Council, empresa sediada em Dubai e que organizou o evento. O mais forte foi a proibição de entrada para homens: estilistas, fotógrafos e jornalistas do sexo masculino não foram admitidos, para permitir que as mulheres tirassem o abaya, a túnica escura que cobre braços e pernas, que são obrigadas a usar em público.

No entanto, como relatado pelo New York Times, poucas o fizeram. Além disso, sempre de acordo com o jornal, apenas os organizadores puderam tirar fotos, que tiveram que ser aprovadas pela censura do governo antes de serem publicadas, enquanto as roupas apresentadas não deveriam ter transparências, decotes e cortes acima do joelho. Os jornalista estrangeiros, por fim, receberam uma lista de 14 tópicos que relembravam as leis e costumes do país, incluindo a proibição do consumo de álcool e a ilegalidade de práticas e relações homossexuais e fora do casamento. A próxima edição deve ser realizada no outono.

Leia também:
Balanço de 2017 da Tempe aponta lucro, porém menor do que o de 2016
Cresce a relevância do Vietnã no segmento do calçado em nível mundial
Adidas vai fechar muitas lojas em favor do comércio eletrônico
Expo Riva Schuh prepara a 90ª edição celebrando o passado e projetando o futuro
Bally: da origem suiça ao controle chinês