Home > Notícias
11/05/2018

Bally: da origem suiça ao controle chinês

O fabricante suíço de calçados de luxo Bally foi vendido pelo seu proprietário anterior, o grupo alemão Jab Luxury, ao gigante chinês de vestuário Shandong Ruyi, que
possui especialmente o grupo SMCP, das quais fazem parte asmarca Aquascutum e Invista (Lycra). Os novos proprietários ainda não começaram a assumir total responsabilidade pelas atividades.

No entanto, a marca Bally, que é sempre gerenciada pela mesma administração, tendo Frédéric de Narp como CEO, está se reorganizando. Assim, a marca suíça acaba de inaugurar seu novo escritório em Milão, na Itália, com um impressionante showroom de mais de 800 .

A Bally é atualmente distribuída por 376 clientes multimarcas e 318 lojas de marca única, das quais 46 são franqueadas e 116 estão localizadas em aeroportos.

Leia também:
Balanço de 2017 da Tempe aponta lucro, porém menor do que o de 2016
Cresce a relevância do Vietnã no segmento do calçado em nível mundial
Adidas vai fechar muitas lojas em favor do comércio eletrônico
Arábia Saudita: desfiles de moda, mas...
Expo Riva Schuh prepara a 90ª edição celebrando o passado e projetando o futuro