Home > Notícias
26/08/2021

‘Couromoda é essencial para conhecer a moda e para os negócios’, afirma lojista Eduardo Isaia

Diretor da quase centenária Eny Calçados, com dez lojas e 97 anos de atividades em Santa Maria/RS, Eduardo Isaia considera a Couromoda essencial à conexão da indústria e do varejo de calçados. “A feira está fazendo muita falta nesse período de pandemia, pois é nela que fabricantes e lojistas costumam se encontrar para analisar as condições de mercado, reforçar parcerias e tocar ideias em torno das coleções de calçados e artefatos”, explica.

Por força das circunstância, acrescenta, os lojistas estão isolados de um lado e os fabricantes, de outro. “Não está havendo sintonia para definir aquilo que o consumidor quer comprar”, destaca. Exemplo disso, segundo ele, são os lançamentos de verão, que, em sua avaliação, praticamente inexistem. “Está tudo muito igual e tenho dito isso aos fabricantes. A consumidora, especialmente, quer produtos novos e não vai comprar aquilo que já tem”, explica.

Isaia informa que o desempenho do varejo vem melhorando nos últimos meses. O Dia dos Pais foi positivo e a expectativa dos lojistas do sul é agora pelo aumento da temperatura, para que em setembro possam iniciar a venda das coleções de verão.
“Já estamos vendendo sandálias e outros produtos abertos, mas é preciso que o calor continue para termos um aumento da procura em nossas lojas”, explica.

O diretor da Eny afirma que a pandemia teve impacto negativo sobre o varejo de calçados, mas também oportunizou às empresas ‘um olhar para dentro’. “Quem passou a olhar para os custos com maior atenção, cortar tudo o que era desnecessário e fazer outros ajustes sairá fortificado da crise”, destaca, enfatizando que a história da humanidade mostra que, após as catástrofes, sempre vieram períodos de crescimento. "Acredito que sairemos mais fortes dessa pandemia e em condições de obter melhores resultados, que, aliás, já estão aparecendo”, afirma.