Home > Notícias
13/07/2018

Ainda mais internacional, Expo Riva Schuh registra ligeiro crescimento na visitação

A feira como uma plataforma de negócios insubstituível e como uma oportunidade estratégica para o diálogo visando encontrar o equilíbrio entre o calendário cada vez mais acelerado da moda e as exigências de produção e distribuição: estes são os dois elementos-chave que emergem da edição 90ª da Expo Riva Schuh, realizada de 16 a 19 de junho.

Compradores e comerciantes também têm apreciado a qualidade da proposta de Gardabags, a nova exposição dedicada a bolsas e acessórios, a primeira etapa de um projeto para fortalecer e valorizar ao longo do tempo. Mais de 12.000 visitantes participaram dos dois eventos, um ligeiro aumento em relação à edição de junho de 2017.

A edição recentemente concluída marcou passos importantes na internacionalização da feira: as relações com o Vietnã foram aprofundadas, enquanto a colaboração com o SAFLEC (Conselho Sul-Africano de Exportação de Couro), que começou em abril de 2017, continua: cinco empresas sul-africanas que participaram da 90ª edição da Expo Riva Schuh, representando um mercado em crescimento com perspectivas futuras interessantes.

Ao todo, foram 1.474 expositores de 37 países que apresentaram as coleções para a primavera/verão de 2019 nos pavilhões da Expo Riva Schuh. A presença do calçado brasileiro é cada vez mais importante: 32 expositores representando quase 50 marcas, como sempre coordenados pela Abicalçados. Entre os visitantes, também estavam presentes delegações da Croácia, Sérvia, Rússia e Ucrânia. O próximo evento com as propostas da Expo Riva Schuh e da Gardabags acontecerá de 12 a 15 de janeiro de 2019 para a apresentação das coleções outono-inverno 2019-2020, no hemisfério norte.

A tendência
A principal tendência que emergiu das coleções primavera/verão 2019 na Expo Riva Schuh é baseada na busca por itens essenciais e de conforto. Os tênis continuam a ser o principal, tanto para mulheres quanto para homens, coloridos e em tecidos contrastantes.

Presença generalizada também de chinelos, ambos com sola de couro e de corda, avivados por aplicações em palha colorida. Elementos naturais se entrelaçam com o trabalho mais tecnológico: bordados em tecidos técnicos, metais opacos e efeitos desgastados.

Mesmo entre os estandes da Expo Riva Schuh, a personalização é afirmada com a aplicação de acessórios e acabamentos que atendem aos gostos de diferentes faixas etárias e estilos. Acessórios aplicados em todos os modelos, das rasteiras ao salto alto: cristais, glitter, lantejoulas, penas e pelo claro. Há também aplicações de metal, com formas divertidas, como abelhas e arcos.

O que define o caráter do sapato, portanto, são os detalhes e as muitas possibilidades para enriquecer os modelos com diferentes interpretações. As cores são fortes e iridescentes, ao lado de cores mais suaves e nuances de luz.

Leia também:
Luxo: Gucci quer desbancar a Louis Vuitton
No Canadá, a Sneaker Gallery une calçados e obras de arte em ambiente futurista
Zeis Excelsa, empresa italiana acionista de várias marcas de sapatos, em sérias dificuldades financeiras
Com maior salto trimestral da história, Amazon bate recorde e ganhos superam 1,6 bilhão de dólares