Home > Notícias
17/01/2019

Expositores comemoram bons negócios e projetam um ano de crescimento

A 46ª Couromoda, que se encerra hoje, dia 17, trouxe uma sensação de que o ano de 2019 será de retomada do crescimento econômico no país, em especial no segmento calçadista. Expositores ouvidos pela reportagem do portal Couromoda.com revelaram a concretização de um volume significativo de negócios na mostra e também a perspectiva de novas vendas nos próximos meses. A visitação, dizem os fabricantes, se manteve estável, porém ainda mais qualificada e disposta a comprar de fato.

Segundo o gerente comercial da Usaflex, Eduardo Santos, já no segundo dia da mostra as vendas concretizadas superavam em 7% às realizadas durante toda a feira do ano passado. Ao final dos quatro dias, o resultado deve ser ainda melhor. "Viemos sem muita expectativa, uma vez que a mudança de governo é recente, mas percebemos um otimismo maior por parte dos lojistas, uma maior confiança. Entendemos que haverá um crescimento gradativo durante o decorrer do ano. Acredito que, já no segundo semestre, a melhora será significativa em todo o comércio", enfatizou.

Para concretizar esta projeção, a Usaflex investirá durante o ano aproximadamente 15 milhões de reais em mídia. "Estamos com uma campanha com duas atrizes globais (Letícia Spiller e Letícia Colin) e estaremos presentes nas redes de TV. Além diso, temos uma pirâmide de preços bem comercial voltada para as multimarcas e, no segundo semestre do ano passado, já tivemos um resultado ótimo. Entramos em janeiro com crescimento maior que no ano anterior. Nos últimos cinco anos, rejuvenescemos a marca e houve, ao mesmo tempo, uma mudança cultural, valorizando o conforto. Além dessa fator, o desafio é a cada seis meses trazer algo bem inovador, com linhas que têm um ciclo de vida maior devido à necessidade dos consumidores", revela Santos.

Visitação de alto nível
O estande da Luz da Lua foi um dos mais visitados da feira. A marca traz sua segunda coleção do outono-inverno, com ampla variedade de calçados e bolsas, tanto de modelos como de preços. Essa multiplicidade e a assertividade na coleção gerou muito movimento no espaço da marca. “Recebemos aqui as multimarcas, enquanto nosso showroom em São Paulo atende apenas aos nossos franqueados”, explica Gisele Petersen, gerente de marketing da empresa. De acordo com a executiva, a visitação foi ótima, em número e qualidade, com lojistas de várias regiões do país presentes.

As botas e abotinados ganham um espaço maior na coleção da Luz da Lua, com detalhes como pontilhados de cristais no solado, recortes a laser e, aqui e ali, peças com forte apelo handmade, como a bota tressê, com pequenos vazados e bordados em couro. Estes aspectos devem potencializar os negócios da grife nos próximos meses.

"A feira supriu nossas expectativas, tanto em vendas como em visitas", esta é a avaliação de Laís Ramos, gerente de marketing da Suzana Santos. "Tivemos muito movimento em nosso estande, especialmente no primeiro dia. Notamos uma diminuição entre os clientes de exportação, mas houve muitaas visitas de representantes da América do Sul e Central. Notamos que o mercado anda mais otimista, depois de enfrentarmos a crise de 2018", relata.

Segundo o gerente de marketing, surpreendeu o fato de o produto mais visto e procurado serem as sandálias. "Esperávamos que as botas tivessem um desempenho melhor. Acredito que o fato de o nosso último inverno não ter sido tão frio fez com que os lojistas estocassem muitas botas. Assim, eles preferem não apostar nessas peças", assinala.

A marca está comemorando 24 anos, sendo que a primeira feira da qual participou foi a Couromoda. Em alusão à data, foi realizado um coquetel comemorativo.