Home > Notícias
10/01/2019

Governador do RS, Eduardo Leite, reitera importância do setor para a economia do estado e confirma presença na Couromoda 2019

Berço da indústria calçadista nacional, história que remonta ao final do Século XIX, o Rio Grande do Sul segue sendo protagonista no segmento. Maior exportador do país em valores, o Estado concentra as principais entidades setoriais, além de instituições e marcas das mais consagradas no mercado mundial. Ciente da relevância do setor para a economia do Estado, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, confirmou sua presença na Couromoda 2019.

Leite recebeu o fundador e presidente da Couromoda, Francisco Santos, em audiência na manhã desta quinta-feira, dia 10. Santos transmitiu ao governador gaúcho uma mensagem de grande otimismo em relação ao evento, que acontece de 14 a 17 de janeiro, no Expo Center Norte, na capital paulista, e que contará com centenas de marcas gaúchas. 


Secretário Franciscon, governador Eduardo Leite, Francisco Santos e o deputado federal Lucas Redecker

Eduardo Leite reconheceu a importância do segmento calçadista para a economia gaúcha e terá na Couromoda sua primeira agenda oficial fora do Rio Grande do Sul, desde que assumiu como governador. No encontro no Palácio Piratini, Leite sugeriu ao secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Dirceu Franciscon, também presente na audiência, um estudo da potencialidade do setor. "Temos que valorizar segmentos para as quais temos vocação, que é caso do calçado", ponderou. "Nosso desafio é crescer no mercado internacional e também nos tornarmos mais competitivos na concorrência com outros estados no mercado interno", complementou o governador.

Também estiver presentes na audiência o deputado federal Lucas Redecker e o jornalista Paulo Gasparotto.

Números
Segundo o Relatório Setorial da Indústria de Calçados de 2018 (com dados de 2017), versão mais atualizada disponível, elaborado pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), o Rio Grande do Sul foi responsável pela produção de 186,9 milhões de pares, o que representa 20,6% do total nacional, sendo superado neste quesito somente pelo Ceará, que produziu 255,7 milhões de pares (28,1% do total).

Já em termos de exportação, os gaúchos lideram o ranking brasileiro, sendo responsáveis por 41,4% da receita obtida com embarques internacionais, gerando divisas da ordem de US$ 451,8 bilhões, ou seja, mais de 1 bilhão de reais.

No Estado, estão instaladas mais de 2,3 mil empresas calçadistas (34% do total no Brasil), que geram 93 mil empregos diretos (33% do total no Brasil).