Home > Notícias
26/05/2020

A pedido da FCDL/SC, Governo de Santa Catarina autoriza prova de calçados

Em virtude da pandemia de Covid-19, o Governo de Santa Catarina – assim como o fizeram os de outros estados – havia proibido a prova de alguns produtos, entre eles calçados, para evitar a disseminação do vírus. A decisão foi revogada nesta segunda-feira, 25, a partir de um pedido feito pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado (FCDLSC) para que fosse permitida a prova, desde que em condições seguras.

Com a alteração do Inciso I do artigo 8° da Portaria SES n° 257, de 21 de abril de 2020, as lojas estão autorizadas a realizar a prova utilizando um filme plástico no calçado, que deve ser trocado ou higienizado após o cliente utilizá-lo. A mesma regra vale para experimentação de acessórios e bijuterias, que devem ser devidamente limpos após o contato com consumidores. A prova de vestimentas com o roupas, no entanto, continua proibida em SC.

“Essa é mais uma pequena vitória para o nosso setor. Buscamos soluções para que o comércio sofra o menor impacto possível na atual situação. Precisamos nos adaptar à realidade e proteger o comércio e, acima de tudo, os nossos consumidores”, afirma o presidente da entidade, Ivan Tauffer.

Meias descartáveis
Em outros estados, lojistas de calçados estão negociando com prefeituras e órgãos de vigilância sanitária a autorização para o uso de meias descartáveis para os consumidores provarem calçados. Atualmente, sem poder prová-los, muitos clientes acabam não comprando calçados.

As meias são muito usadas por manicures e têm baixo custo. Algumas lojas também já as utilizam. “Essas meias descartáveis são ótimas. Já as usamos nas lojas há três anos e os consumidores aprovam”, afirma um lojista.