Home > Notícias
25/10/2019

Grupo britânico Permira pretende lucrar 900 milhões de libras com a venda da Dr. Martens

O grupo Permira pretende lucrar 900 milhões de libras em 5 anos com a venda da marca Dr. Martens. A empresa financeira britânica assumiu a marca de calçados em 2014, pagando 300 milhões de libras. Hoje, o preço de venda seria de 1,2 bilhão. Uma cotação igual a 14 vezes o Ebitda de 2018 e bem acima dos preços normais de mercado.

O fato de Permira ter colocado a marca à venda não é uma novidade absoluta. Agora, no entanto, boatos foram filtrados sobre o valor da transação. Dr. Martens fechou o último ano fiscal com um aumento de 30% na receita, para 454,4 milhões de libras. O lucro antes dos juros, impostos e depreciação foi de 85 milhões de libras no ano passado, um aumento de 70% em relação a 2017.

A empresa também fortaleceu sua rede de lojas com 20 novas inaugurações, totalizando 109 lojas. A marca, com sede em Northamptonshire, foi fundada na década de 1940 pelo médico alemão Klaus Martens.

Leia também:
O sapato mais caro do mundo: US$ 19 milhões
Shoe Bank, uma plataforma inovadora de revenda e troca de calçados
Tênis Nike customizado 'Jesus Sneaker': provocação e ousadia ou puro marketing?
Impostos: trégua entre Estados Unidos e China? Vietnã segue na espreita