Home > Notícias
08/01/2020

IBTeC comemora 2019 e busca ser referência em inovação, pesquisa e tecnologia

O ano de 2019 foi muito positivo para o Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos - IBTeC. De acordo o presidente executivo da instituição, Paulo Griebeler, “tivemos crescimento de dois dígitos, e estamos prevendo para o novo ano pelo menos o mesmo desempenho”. O crescimento, segundo o dirigiente, é resultado do esforço que a equipe fez para atender novos nichos de mercado, da melhora na entrega nas áreas em que o instituto já é consolidado, e do trabalho de apoio aos clientes, na busca de soluções inovadoras para seus produtos e processos. "Os movimentos realizados pela equipe ao longo dos últimos anos na busca da construção da diversificação de nossos mercados e de nossos serviços nos traz efeitos que nos surpreendem pela rapidez”, complementa Griebeler.

"Para 2020, estamos finalizando o planejamento estratégico que vai guiar nossas metas para a próxima década. Estamos construindo ‘o IBTeC do Futuro’. Entre as definições para o ciclo que se inicia no próximo ano está “ conquista do reconhecimento do mercado como uma instituição de inovação, pesquisa e tecnologia, e pela excelência em prestação de serviços”, complementa.

Nos últimos anos, o Instituto investiu na ampliação dos laboratórios de qualidade do instituto, na criação de um laboratório de vestimentas e luvas - para atender os fabricantes de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) - e na ampliação da capacidade de atendimento dos laboratórios de Biomecânica da instituição. Também foram feitos investimentos intensivos na implantação do laboratório de análise de substâncias restritas, especialmente para apoiar os exportadores. A criação do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), que vem atuando em parceria com instituições de fomento e entidades como Sebrae e universidades de todo o país, foi outro grande passo do IBTeC nos últimos sete anos.

Para o próximo período, o Instituto reforçará a capacidade de atendimento da área de consultoria, setor que faz um trabalho de apoio na reestruturação fabril e de gestão das empresas. O objetivo desta área é auxiliar as empresas na busca de caminhos que aumentem sua produtividade e que as levem a soluções para sua inserção no conceito de indústria 4.0. Paulo Griebeler salieNta que a proposta do IBTeC é fazer com que a indústria calçadista acredite na agregação de valor aos seus produtos como o diferencial que vai fazer com que suas marcas cresçam, tanto no mercado interno quanto nas exportações.

Estrutura e equipe
Os laboratórios de biomecânica do IBTeC passaram por completa reestruturação em 2019, com investimentos em equipamentos e pessoal. Além dos 15 anos de dedicação dos laboratórios à conquista das normas de conforto (o Brasil é o único país do mundo que tem ensaios que definem se um calçado é confortável), a equipe trabalha novas frentes de apoio aos fabricantes de calçados, com o desenvolvimento de pesquisas e certificação de produtos. No último trimestre de 2019 foi iniciado um trabalho de apoio a empresas que queiram ser reconhecidas por sua preocupação com o público 60+. O IBTeC lançou o Selo Funcional, para produtos inclusivos, área que deverá ter desenvolvimento significativo no planejamento estratégico da instituição para os próximos anos. O Selo Funcional foi pensado para certificar todos os produtos que tenham sejam de uso fácil para pessoas de todas as idades.

Hoje com cerca de 100 colaboradores, o IBTeC duplicou a equipe em oito anos. A proposta para os próximos anos “é intensificar nossa prática de investimento na qualificação de nossos colaboradores, e continuar na busca por mercados cada vez mais diversificados”. Paulo Griebeler salienta que o Instituto tem um resultado acima da média quando o assunto é apoio à qualificação dos colaboradores - além de verba anual para cada colaborador investir em cursos, o IBTeC apoia os colaboradores na graduação, com convênios com instituições de ensino superior que chegam a oferecer descontos de 50% nas mensalidades para os funcionários do IBTeC. A instituição tem ainda parceria com a Fundação Getúlio Vargas, com subsídio de 100% para cursos de MBA. O objetivo da direção “é transformar o IBTeC em um local cada vez melhor para se trabalhar”.

Institucional
O Instituto tem mantido foco na realização de atividades conjuntas com as entidades do setor. A Semana do Calçado, que aconteceu em outubro pelo quarto ano consecutivo, é uma das ações mais importantes. A iniciativa, idealizada pelo IBTeC e pelo Sebrae, tem a participação de Abrameq, Abicalçados, Couromoda, Fenac/Fimec, Assintecal e CICB. O objetivo da semana é promover a competitividade e sustentabilidade setorial, trazendo temáticas como produtividade, inovação, sustentabilidade e novas tecnologias como forma de repensar a matriz produtiva, quebrando paradigmas e buscando soluções para superar as lacunas tecnológicas ainda existentes. Paulo Griebeler lembra que são quatro anos de realização da atividade que mostra a união das entidades do setor. Em 2019 foram sete atividades que reuniram mais de 2.000 pessoas.

O ano de 2019 foi marcado pela participação do IBTeC nas atividades do setor, dentro e fora do Brasil. "Fizemos um esforço extra para estar nas principais realizações internacionais, como feiras do setor de calçados na Colômbia, A+A na Alemanha (voltada para calçados de segurança). Internamente, estamos investindo além das feiras do segmento calçadista, também em féiras da área de saúde e segurança do trabalho, como a FISP em São Paulo", conclui.