Home > Notícias
02/08/2021

Laboratório de Biomecânica do IBTeC faz amplo estudo sobre os pés de crianças

Como produzir calçados bonitos, atraentes aos olhos das crianças através do uso de personagens e de toda a comunicação que atrai o público desta idade e, ao mesmo tempo, buscar materiais e tecnologias que proporcionem saúde e ainda respeitando o processo de crescimento do corpo das crianças? Estas são questões que fazem parte do dia a dia das indústrias de calçados infantis. Para auxiliar na busca de respostas, o Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos - IBTeC - está realizando um estudo cientifico de medição e avaliação dos pés de aproximadamente 130 crianças em idades entre três e 11 anos, para acompanhar o crescimento e o desenvolvimento dos pés.

A fisioterapeuta Dra. Juliana Wilborn, pesquisadora do Laboratório de Biomecânica, está à frente desta investigação em uma rede de ensino na região do Vale dos Sinos. Ela explica que “além de avaliar os pés das crianças, fazemos ainda análises de estatura e peso corporal, que nos dão informações relevantes relacionadas ao desenvolvimento motor da criança”.

Além de acompanhar o desenvolvimento dos pés das crianças, os pesquisadores do IBTeC disponibilizaram uma pesquisa realizada com os pais, “com a finalidade de identificar o comportamento das famílias quanto aos cuidados com os pés, bem como conhecer quais são os pontos mais relevantes na hora de efetuar a troca dos calçados dos filhos”, afirma Dra. Juliana.

A pesquisadora salienta o fato de que o processo de desenvolvimento de uma criança compreende diversas vivências motoras, cognitivas e sociais até que alcance a maturidade suficiente para que sua forma de caminhar esteja mais próxima de uma pessoa adulta. E neste processo de desenvolvimento ocorrem também modificações significativas nos membros inferiores da criança, tais como das estruturas anatômicas (ossos, músculos e ligamentos) relacionados aos pés.

Todas estas informações contribuirão para que o Laboratório de Biomecânica do IBTeC tenha subsídios técnicos e científicos para auxiliar as indústrias de calçados infantis no desenvolvimento de produtos com maior assertividade no calce. De acordo com Juliana Wilborn, “nosso propósito é obter dados sobre o crescimento dos pés, bem como as impressões dos pais (feedback através de um questionário sobre a forma como eles observam o crescimento dos pés dos filhos e compram os calçados), contribuindo desta maneira para que as indústrias do setor tenham informações precisas sobre as necessidades deste mercado, e que através delas possam desenvolver materiais e tecnologias que resultem em calçados que contribuam para o desenvolvimento das crianças, ao mesmo tempo que ofereçam conforto para atender esta fase da vida, onde normalmente são muito ativas”.