Home > Notícias
06/10/2017

Na China, altas multas para quem copiar os calçados da New Balance

Um tribunal da cidade de Suzhou, na China, reconheceu quase US$ 1,5 milhão - cerca de 1,3 milhão de euros - em danos à favor da produtora americana de calçados New Balance contra algumas empresas chinesas que falsificaram o célebre logo “N”.

Juízes condenaram o empresário Zheng Chaosong e as empresas Xinpingheng e Bosidake a pagarem 10 milhões de yuan em danos por terem “agido em conjunto para violar” os direitos da New Balance, produzindo calçados com a marca New Boom. A Corte reconheceu a semelhança quase perfeita do logotipo, assim como o estilo e o preço de venda também parecidos de modo a serem "facilmente confundidos" com os autênticos.

Um veredito que marca uma rara vitória para uma empresa ocidental na Terra do Dragão onde, geralmente, dizem as empresas estrangeiras, os tribunais mostram negligência para com a falsificação.

Leia também:
A leveza dos calçados Soldini conquista o consumidor
Bally: desejada por muitos
BasicNet compra a Sebago e aumenta seu leque de marcas
O acessório está na moda na Première Classe
Para os calçados, o futuro é agora