Home > Notícias
23/01/2020

Negócios dos brasileiros na Expo Riva Schuh crescem 18% e devem chegar a US$ 34,4 milhões

Tradicionalmente, o calendário de eventos internacionais dos calçadistas inicia com a feira italiana Expo Riva Schuh, que acontece na cidade de Riva Del Garda e apresenta as coleções de outono/inverno. Neste ano, a 93ª edição da mostra, que ocorreu entre os dias 11 e 14 de janeiro, deve gerar cerca de US$ 34,4 milhões em negócios, somados os realizados in loco e os alinhavados, para as 44 marcas brasileiras apoiadas pelo Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Durante os quatro dias do evento, os brasileiros comercializaram 389 mil pares de calçados, que geraram aproximadamente US$ 8,6 milhões em negócios in loco. A expectativa para os próximos meses é de que as negociações ultrapassem 1,4 milhão de pares, o equivalente a US$ 25,8 milhões. Considerando os resultados efetivados no evento e os alinhavados, houve um crescimento de 18% em relação à edição do mesmo período de 2019. “Embora a edição de junho, que lança as coleções de verão, seja a mais forte para os calçadistas brasileiros, tivemos resultados positivos. Além de atenderem seus clientes habituais, os expositores nacionais conseguiram realizar novos importantes contatos, e suas coleções de inverno performaram melhor do que em janeiro do ano passado, o que reforça o posicionamento do Brasil como um dos principais produtores de calçados do mundo”, destaca a coordenadora de Promoção de Imagem da Abicalçados, Alice Rodrigues. No total, foram aproximadamente 566 contatos, sendo 229 deles novos, 24 a mais que no ano passado.

Leia também:
Expo Riva Schuh + Gardabags: público e expositores seletos graças à rede de relacionamentos