Home > Notícias
12/02/2019

Otimismo generalizado do mercado contribuiu para boa performance dos expositores


Gimenes, Freire e Juliana: clima de otimismo no mercado contribuiu para uma boa feira

Grandes expositores ouvidos pela reportagem do portal Couromoda.com são unânimes ao afirmar que o clima generalizado de otimismo no evento permitiu boa performance em termos de negócios e gerou visitação qualificada. Segundo o gerente de vendas da Itapuã, João Luiz Gimenes, por sua vez, a marca teve nessa edição uma visitação muito boa, com predominância dos clientes vindos do estado de São Paulo, tanto da capital quanto do interior. "Nossos clientes estavam muito esperançosos e nossa expectativa é que o mercado melhore concretamente no segundo semestre. Efetivamos negócios tanto quanto nas últimas edições, com destaque aos clientes estrangeiros, especialmente da América Latina, Arábia e Europa, notadamente da Espanha e da Inglaterra", afirma. Conforme Gimenes, a grife está passando por um processo de reestruturação, jovializando-se, para buscar um novo consumidor, com sandálias e calçados mais fechados. "Assim estamos com ótimas perspectivas para o futuro", complementa.

O mesmo sentimento de otimismo foi percebido pelo gerente comercial da marca Ortopé, Silton Freire. "Existe um clima generalizado de euforia no mercado, embora na prática isso ainda não tenha se concretizado", pondera. Nossa percepção é que, nessa edição, tivemos uma visitação um pouco abaixo das temporadas anteriores. No entanto, voltamos satisfeitos porque nosso lançamento, um tênis que toca música, o Hit, teve uma repercussão fantástica. Quase 100% de quem entrou no estande saiu encantado e investiu nesse nosso novo produto", completa. "A visitação de estrangeiros foi boa, demonstrando que o Brasil continua atrativo. Concretizamos negócios com clientes da América Latina", finaliza.

"As botas de cano curto foram um sucesso, assim como as peças com monograma, especialmente o tênis com solado amplo e as mules. Nosso animal print, de leopardo, foi muito bem aceito porque fomos os únicos a fazer essa estampa", avalia a gerente comercial da Capodarte, Juliana Cambruzzi. Diante deste quadro, a marca manteve a mesmo volume de vendas da edição passada. "O feedback foi de um novo olhar para o mercado em 2019, com clientes mais otimistas", conclui Juliana. Entre os visitantes estrangeiros, a profissional destaca a presença de clientes da América Latina.