Home > Notícias
04/08/2021

Para Jorge Bischoff, o primeiro dia útil do setor no ano é sempre a data de abertura da Couromoda

O designer Jorge Bischoff, responsável pelas grifes Jorge Bischoff e Loucos & Santos, considera a data de abertura da Couromoda como o primeiro dia útil do setor no ano. "É a partir da feira que as coisas começam a acontecer de fato, sempre foi e deve continuar sendo assim", complementa. Na avaliação do empresário, as perspectivas para a mostra presencial de 2022, de 16 a 18 de janeiro, são as melhores possíveis, motivadas pelo binômio retomada da economia e retorno do encontro presencial.

"Ninguém imaginava uma recuperação tão vigorosa da economia como a que está se consolidando. Nós fizemos um trabalho muito diferenciado durante este período difícil da pandemia. Alinhados com os parceiros fabris, entregamos as estratégias mais adequadas para o equilíbrio do varejo neste momento – tanto para as nossas franquias, quanto para as lojas multimarcas. E, até o final do ano, a previsão é de abrir, no mínimo, 10 novas lojas Jorge Bischoff e encerrar o ano com aproximadamente 100 unidades em operação. Claro que esse número pode ser superado", detalha.

Novas parcerias
A Couromoda, explica o designer, é o palco de abertura destes negócios e o local ideal para a busca de novos parceiros comerciais, sejam eles clientes ou fornecedores. Soma-se a isso o fato de a Couromoda 2022 ser o grande reencontro nacional do setor, um ponto de convergência para os players do cluster. "Todos vão querer estar lá", sentencia Bischoff.

Ele acredita que, com a manutenção do ritmo atual da vacinação, a mostra contará também com consistente contingente de compradores estrangeiros, confirmando o tradicional papel da Couromoda de vitrine global do calçado brasileiro. "Rapidamente, a normalidade está sendo retomada. Na semana retrasada, por exemplo, confirmamos a nossa participação na feira Micam, na Itália, que volta a ser presencial já em setembro. Por tudo isso, a Couromoda também deverá ser um sucesso", conclui.