Home > Notícias
28/06/2018

Rede polonesa de lojas CCC segue com aquisições de outros grupos de varejo

A cadeia de calçados da CCC faz compras na Europa, mas fica vermelha no primeiro trimestre. No período de janeiro a março de 2018, as vendas do varejista polaco caíram 3,7% (cerca de 167 milhões de euros), com um prejuízo líquido de 30 milhões de euros em comparação com o primeiro trimestre de 2017. A empresa, que possui 934 lojas, indicou o mau momento como a principal causa do declínio.

As vendas online, no entanto, cresceram 52%, incluindo a parte italiana, já que há dois meses a CCC também implementou o comércio eletrônico na Itália, enquanto continua investindo em lojas físicas. Na Romênia, ela comprou a marca da Shoe Express, investindo 33 milhões de euros. A Shoe Express (55 lojas) era de propriedade da Peeraj Brands International e vendia em franquias os produtos da CCC.

Não apenas isso: o conselho da varejista polonesa decidiu adquirir a maioria de 70% das ações da cadeia de calçados suíça Karl Vögele. Os membros não operacionais da família Vögele são quem vendem as ações. O presidente de CDA Max Manuel Vögele permanece em seu cargo, aumentando sua participação de 10% para 30%.

A CCC, no entanto, reservou o direito de assumir sua parte de capital, mas somente depois de 2021. A CCC pagará 10 milhões de francos (8,6 milhões de euros) e também assumirá as dívidas do grupo que administra uma rede de mais de 200 lojas na Suíça, com cerca de 1200 funcionários.

Leia também:
Muitas dúvidas pairam sobre o Brexit e os calçados
Pela primeira vez a Chanel revela dados financeiros e confirma seu vigor econômico
Pesquisa aponta quais são as marcas de luxo preferidas pelos chineses mais ricos
Marca britânica Clarks fecha 2017 no vermelho, mas se mantém otimista