Home > Notícias
09/11/2018

Under Armour reduz quadro de colaboradores a fim de conter custos e aumentar a competitividade

A Under Armour anunciou o corte de 3% dos funcionários (cerca de 400) a fim de conter custos e aumentar a competitividade. As demissões fazem parte de um esforço maior de reestruturação que os executivos da empresa estimam que deve permitir uma economia entre 200 e 220 milhões de dólares.

Após quase sete anos de crescimento de dois dígitos, desde 2016 a marca esportiva experimentou um revés, com uma série de trimestres perdidos devido à concorrência da Nike e da Adidas, em particular. Alguns parceiros atribuíram o mau desempenho a uma distribuição extensiva a muitos varejistas que não favoreciam a marca.

Em agosto passado, a empresa sediada em Baltimore afirmou que demitiria 280 funcionários, metade dos quais imediatamente. A nova rodada de demissões, que será concluída em março de 2019, eleva o número a cerca de 700, de um total aproximado de 15 mil. A UnderArmour também declarou que o prejuízo operacional para o ano inteiro de 2018 será de cerca de 60 milhões de dólares, mais de 5 milhões de dólares acima do esperado.

Leia também:
Dad shoes estão com tudo!
Louis Vuitton chega a € 33 bilhões de faturamento nos últimos três trimestres
Icônico modelo Yellow Boot da Timberland celebra 45 anos mais atual que nunca
Feira francesa Première Classe apresenta componentes para a indústria da moda