Notícias

Tel.:(11) 3897-6100

pt
en
es

COUROMODA 2024

Todos os serviços para sua participação na Couromoda.

VIAGEM E HOSPEDAGEM

Oportunidade de atualização com os principais temas do mercado.

CREDENCIAMENTO EMPRESARIAL

Garanta sua credencial para a mais importante feira de calçados da América Latina.

SÃO PAULO PRÊT-À-PORTER

Feira Internacional de Negócios para Indústria de Moda, Confecções e Acessórios.

Notícias da Couromoda

Calçado no Mundo

Notícias do Setor

Colunista

Lançamentos e Moda

Mídia

Facebook
Twitter
Pinterest
[wpavefrsz-resizer]

Produção industrial avança 1,3% em fevereiro

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, no início de abril, o índice da produção industrial relativa a fevereiro, que registrou avanço de 1,3% em relação a janeiro. Segundo o Instituto, com o resultado, o país recupera parte da perda de 1,5% verificada no mês anterior. Esse é o resultado mais elevado desde os 2,2% assinalados em fevereiro de 2011. A elevação do ritmo da atividade industrial em fevereiro de 2012 ocorreu de forma generalizada, atingindo a maioria (18) dos 27 ramos industriais.

Dos 27 setores pesquisados, 18 apresentaram expansão, com destaque para a maior influência exercida por veículos automotores, com alta de 13,1% em fevereiro de 2012, eliminando parte da queda de 31,2% verificada em janeiro último. Vale ressaltar que o recuo mais intenso observado no mês anterior é explicado especialmente pela concessão de férias coletivas, que atingiu várias empresas do setor.

Também merecem destaque as contribuições positivas vindas de indústrias extrativas (9,3%), equipamentos de instrumentação médico-hospitalares, ópticos e outros (23,8%), farmacêutica (7,0%), outros produtos químicos (3,1%), bebidas (6,0%), máquinas para escritório e equipamentos de informática (9,5%) e refino de petróleo e produção de álcool (2,5%). Vale destacar que, com exceção desse último setor, que acumulou expansão de 7,4% nos últimos dois meses de crescimento na produção, os demais apontaram resultados negativos em janeiro último: -8,3%, -14,3%, -0,7%, -0,4%, -7,7%, e -12,5%, respectivamente.

Entre as categorias de uso, ainda na comparação com janeiro, bens de capital alcançou o resultado mais elevado nesse mês (5,7%), recuperando parte da queda de 16,1% assinalada em janeiro último. A produção dos segmentos de bens intermediários e bens de consumo semi e não duráveis também mostraram crescimento em fevereiro de 2012, chegando respectivamente a 2,3% e 1,1%.

Já o setor de bens de consumo duráveis apontou o único resultado negativo
(-4,3%) entre as categorias de uso, segundo recuo consecutivo nesse tipo de comparação, acumulando nesse período perda de 7,5% que eliminaram o avanço de 6,3% registrado em dezembro último.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOVIDADES