Notícias

Tel.:(11) 3897-6100

pt
en
es

COUROMODA 2024

Todos os serviços para sua participação na Couromoda.

VIAGEM E HOSPEDAGEM

Oportunidade de atualização com os principais temas do mercado.

CREDENCIAMENTO EMPRESARIAL

Garanta sua credencial para a mais importante feira de calçados da América Latina.

SÃO PAULO PRÊT-À-PORTER

Feira Internacional de Negócios para Indústria de Moda, Confecções e Acessórios.

Notícias da Couromoda

Calçado no Mundo

Notícias do Setor

Colunista

Lançamentos e Moda

Mídia

Facebook
Twitter
Pinterest
[wpavefrsz-resizer]

Varejo e indústria precisam conhecer o consumidor brasileiro de calçados

IMAD ESPER
Empresário/lojista e presidente da Ablac – Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados


Uma de nossas principais metas na presidência da Ablac, que assumimos no dia 12 de janeiro, é conhecer o perfil do consumidor brasileiro de calçados e utilizar as informações em benefício da cadeia produtiva do calçado. Hoje, de um modo geral, indústria e varejo pouco conhecem daqueles que compram calçados, realidade que precisa mudar, pois interfere no volume de vendas e na satisfação dos mesmos.

Já estamos em contato com empresas especializadas para nos auxiliarem a desenvolver pesquisas quantitativas e qualitativas, de âmbito nacional, para identificar as preferências do consumidor em relação ao calçado: que tipos de produtos compra, frequência de compras, marcas preferidas, formas de pagamento, capacidade de pagamento e outras.

Conhecendo melhor o consumidor, varejo e indústria, parceiros comerciais cujas atividades se inter-relacionam, terão melhores condições para conduzir suas operações, tornando-as mais assertivas e rentáveis. Nossa proposta ajuda o sistema atual de desenvolvimento de produtos, em que a indústria pesquisa, desenvolve, fabrica e vende os produtos ao varejo e este os comercializa ao consumidor. Acreditamos que, ouvindo o consumidor, saberemos o que ele efetivamente quer, o tamanho de sua necessidade de compra e sua capacidade de pagamento e teremos mais segurança para comprar e vender.
 
Diferentes perfis de consumidor
O Brasil, pela sua extensão territorial, possui diferentes perfis de consumidor, que precisam ser levados em conta na criação e na venda do calçado. Precisamos ‘enxergar’ o que cada região tem de particular. A pesquisa deverá apontar também o potencial de consumo de cada classe social e cada segmento de produto, por exemplo, com o que fabricantes e lojistas terão melhores condições de projetar seu volume de negócios. E, ainda, se necessário for, mudar as estratégias e a forma de atuação no mercado.

Trata-se de um modelo já empregado com sucesso pelo setor de supermercados, que direciona o mix de produtos conforme as preferências do consumidor, e pode ser útil também ao varejo de calçados.

Já conversamos com lojistas e industriais sobre o assunto e vamos intensificar os contatos. Nesta tarefa, precisamos ter o apoio dos lojistas e dos fabricantes para que, juntos, consigamos informações relevantes aos nossos negócios e possamos fazer crescê-los nos anos seguintes.

Outra prioridade de nossa gestão é a continuidade dos trabalhos do Grupo de Automação do Varejo (GAV), que atua em conjunto com as indústrias de calçados e fornecedores de sistemas. O objetivo é definição de padrões de identificação logística para toda a cadeia produtiva do calçado. Atualmente, fornecedores de componentes e fabricantes de calçados já adotam códigos comuns, mas o varejo ainda precisa evoluir, isto é, integrar-se aos procedimentos logísticos que hoje são utilizados, para obter ganho de tempo e evitar retrabalho no recebimento de mercadorias, permitindo que elas sejam rapidamente colocadas à venda ao consumidor.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOVIDADES